Biografia

Antonella Yllana nasceu no Rio em 1972. É uma carioca da “clara” e uma baiana de coração. Começou a escrever aos oito anos de idade e nunca mais parou.

Andou pelo mundo, viveu na Alemanha, na França, na Espanha, na Itália, nos EUA, teve muitos trabalhos diferentes. Publicou seu primeiro livro em 1997. Em 2002 publicou “A Ciência da Paixão”, um monólogo em forma de diálogo que chamou a atenção de Paulo Coelho. O escritor pediu para usar trechos do livro em seu romance “Onze Minutos”, um dos mais lidos de sua carreira, e fez um agradecimento especial a Antonella no posfácio. Foi um sinal para seguir escrevendo. Antonella publicou ao todo oito livros, tem outros tantos engavetados, esperando para nascer, escreve também reflexões, poemas e músicas, além de fazer traduções de ensinamentos do budismo tibetano.

Acabou se apaixonando por Arraial d’Ajuda, no sul da Bahia, onde mora atualmente com seu marido, o pintor-ilustrador-poeta-cantor-artista Florencio, seu filho Mahal, sua mãe Leda, os cachorros Zoya, Giovanni, Gucci, Lucky e Gino, as gatas Maria Antonieta e Matahari, passarinhos e macaquinhos que vêm visitar diariamente o seu jardim. Adora ler, meditar, contemplar, plantar, pintar, ouvir música, dançar, jogar capoeira, cozinhar, caminhar, viajar, sonhar acordada balançando na rede. Ama brincar com seu filho Mahal, um menino lindo e maluquinho, que hoje tem cinco anos e tem sido uma grande inspiração.